CEM PASSOS PARA UMA MUDANÇA SEM PROBLEMAS.

0
264

Sua nova casa poderá estar há cem passos ou há cem quilômetros. Não importa. Mudanças sempre causam estresse. Separamos várias dicas para você que pretende fazer uma mudança mais tranquila. Confira:

TRÊS MESES ANTES:

  1. ESCOLHA O BAIRRO.

Vá até a cidade e pergunte pelos melhores bairros para se viver. Escolha o local de acordo com o momento ao qual está vivendo. Perto do trabalho, perto da escola das crianças ou com mais lazer e tranquilidade.

  1. ESCOLHA A CASA.

Procure por uma imobiliária. Muitas já têm Websites e é possível fazer uma pré-seleção no conforto do seu lar. Mas não se engane: Você precisará tirar um dia para ir ao local. As imobiliárias que possuem um maior número de locações geralmente são as de maior renome e possibilitarão maiores alternativas de escolha.

  1. CONFIRA AS INSTALAÇÕES.

Tem mofo? Bate o sol da manhã ou da tarde? Tem lugar para suas plantinhas? A cozinha cabe uma mesa? O chuveiro está esquentando? Como é o abastecimento de água? Tem garagem? As paredes ou o teto estão com manchas da chuva? O piso é de fácil limpeza? As janelas abrem e fecham com facilidade? As portas estão empenadas? E o portão?

  1. TIRE FOTOS

Sabe aquele detalhe da casa que você quer mostrar para seu cônjuge ou para seus filhos? Pois é, nada melhor do que tirar fotos. Assim, todos poderão ajudar na decisão.

  1. AVISE QUE ESTARÁ SE MUDANDO.

Avise aos familiares e amigos.
Avise aos vizinhos mais chegados;
Avise aos professores da escola de seus filhos;
E avise ao proprietário da casa onde ainda mora.

UM MÊS ANTES:

  1. LEIA O CONTRATO DE LOCAÇÃO.

Leia, com atenção, todos os termos de uso;
Leve-o para um especialista;
Mostre-o para seu cônjuge.

  1. DESCARTE O DESNECESSÁRIO.

Este é o momento exato de se fazer aquela excelente pergunta: Realmente preciso disto?
Pergunte a todos os integrantes da família sobre o descarte deste objeto. Isto evitará que você se desfaça de objetos valiosos, simplesmente por impulsão. Tenha calma. Tenha paciência. Tudo vai dar certo.

  1. PROCURE UM BRECHÓ.

Existem, em sua cidade, diversas empresas que compram objetos e móveis usados. Você poderá conseguir um dinheiro vendendo coisas que não usa há tempo.

  1. RECICLE.

Separe copos de plásticos, vidros vazios de perfume, sandálias de dedo com a tira arrebentada, pneus velhos, garrafas de azeite ou de vinho, caixas vazias de sapato e aparelhos eletrônicos que não funcionam mais. Leve para um posto de reciclagem. O planeta agradece. Mais aí você me pergunta: Por que eu deveria ter estas coisas guardadas? E eu respondo: Também queria saber.
O fato é que todo mundo guarda estas coisas. Sabe-se lá, para quê?

  1. DOE.

Procure um asilo, uma escola ou uma instituição e doe todos aqueles agasalhos que não usa mais.
Mas lembre-se: Lave as roupas antes da doação.
Use sabão perfumado, dobre direitinho e coloque em sacos transparentes para facilitar a visualização.
Ninguém gosta de ganhar roupas usadas com cheiro de mofo ou suor.

  1. FAÇA ALMOFADAS.

As crianças amam almofadas novas para brincar no chão. Então, aquelas roupas rasgadas, que não servirão nem mesmo para a doação, servirão para enchimento de almofadas.
Corte em pedaços menores. Coloque dentro de uma fronha. Compre ou faça capas.
Sua casa nova ficará de cara nova, com apenas este detalhe.

  1. ESVAZIE A DESPENSA.

Não faça compra de mês neste mês. Deixe para ir ao Supermercado quando já estiver em sua nova casa. Vá esvaziando os armários, usando o que ainda tem na despensa.

  1. ESVAZIE O FREEZER.

Descongele as carnes, que estão no congelador ou no freezer;
Faça uma boa limpeza com detergente neutro;
Se for possível, deixe a porta aberta, para retirar todo o odor.

QUINZE DIAS ANTES:

  1. ASSINE O CONTRATO DE LOCAÇÃO.

Assinar o contrato com quinze dias de antecedência lhe dará uma garantia de que tudo ocorrerá bem.
Se já estiver com as chaves em mãos, poderá fazer uma faxina e alguns reparos necessários.

  1. ADQUIRA CAIXAS DE PAPELÃO.

Vá até um Supermercado e peça algumas caixas de papelão. Você poderá conseguir sem nenhum custo. Mas se não conseguir, vá até uma recicladora e compre por preços bem atrativos.

  1. SEPARE POR CÔMODOS.

Coloque quatro caixas de papelão em cada cômodo da casa. Escreva, pelo lado de fora da caixa, o cômodo. Por exemplo: Quarto das crianças. Este recurso ajudará no dia da mudança. Ajudará também quando já estiver na nova casa.

  1. SEPARE OS UTENSÍLIOS.

Coloque, primeiramente, as coisas que não usa há muito tempo. Depois, as coisas que você provavelmente não usará tão cedo.

  1. SEPARE OS QUEBRÁVEIS.

Coloque copos de vidro, azeites, vinhos, espelhos, pratos, vasos cerâmicos e objetos de decoração, embrulhados em papel.

  1. SEPARE OS PERFUMES.

Os vidros de perfume devem ir separados dos demais quebráveis. Pois além de poder quebrar, podem manchar roupas, sofás, derramar em alimentos ou em eletrônicos. O perfume se transformará em cheiro e depois em fedor. Ninguém vai gostar.

UMA SEMANA ANTES:

  1. ESVAZIE A GELADEIRA.

Faltando apenas uma semana para a mudança, sua geladeira não deverá estar muito cheia. Compre apenas o essencial.

  1. SEPARE OS MATERIAIS DE LIMPEZA.

Leve em consideração que os fluidos podem derramar e fazer uma verdadeira bagunça. Tome cuidado. Alguns produtos são tóxicos e precisam ser manuseados com atenção.

  1. PEÇA TRANSFERÊNCIA NA ESCOLA

Vá à escola de seus filhos e solicite a transferência. Combine uma data para pegar o Histórico de Escolaridade, que é um documento com todas as notas e frequências. Crianças da Educação Infantil não precisam solicitar o Histórico. Mas é recomendado pedir uma declaração com as habilidades cognitivas alcançadas durante o período.

  1. DESCANSE

Você terá uma longa jornada pela frente, em outra cidade, outra casa, outra rotina. Por isso, descanse. Se você seguiu todos os passos anteriores, é possível que tudo esteja em ordem e em perfeito funcionamento. Não tenha pressa. Faça as coisas com calma, mas sempre. Todos os dias, separe alguns minutos para encher as caixas de papelão. Assim, no dia da mudança você não ficará de cabelo em pé.

NA VÉSPERA:

  1. DESPACHE.

Leve o seu cãozinho para a casa de um familiar ou de um amigo.
Se a mudança for para outro estado do país, alguns animais de estimação devem ser doados, pois podem não suportar o calor e o estresse da viagem.

  1. DIVIRTA-SE.

Se você tem crianças, também seria uma opção deixá-las com os avós ou com os tios. Mas saiba que os pequenos amam se mudar. Eles curtem de montão todo este processo. Pegam os brinquedos e ajudam a carregar coisas leves. Às vezes, atrapalham. Mas, tudo bem. Vai valer a recordação. Diga-me se não se lembra de alguma mudança que fez na infância? Pois é, a gente nunca esquece.

  1. ESCREVA NAS CAIXAS.

Com uma caneta ou um lápis, escreva pelo lado de fora da caixa tudo o que está dentro. Exemplo: Blusas de frio, roupas de ginástica ou toalhas de banho.

  1. LACRE AS CAIXAS.

Com uma fita adesiva ou fita crepe, feche a abertura da caixa e rubrique. Assim, evitará extravios.

  1. NUMERE AS CAIXAS.

Coloque uma numeração em cada caixa, para posterior conferência. Pode parecer zelo em excesso. Mas, facilitará a sua própria vida, principalmente em famílias numerosas.

NO DIA:

  1. AGENDE A HORA.

Marque a mudança para as primeiras horas do dia.

  1. FAÇA UM LANCHE.

Nem tente cozinhar;
Faça apenas um lanche rápido;
Se o trajeto for longo, almoce na viagem.

  1. VISTA ROUPAS CONFORTÁVEIS.

Não pense que tudo estará nas mãos da Empresa de Mudanças. Sua presença é fundamental para dar as coordenadas e garantir que tudo ocorra bem. Você terá que se abaixar várias vezes. Então: Vista roupas confortáveis.

  1. ALEGRE-SE.

É possível que o motivo da mudança seja uma nova oportunidade de trabalho. Talvez esteja indo para a cidade dos seus sonhos, repleta de verde e natureza. Ou esteja indo morar próximo de algum amigo ou familiar. Então: Alegre-se.

UM MÊS DEPOIS:

  1. AJA COM CRIATIVIDADE.

Aquele armário, que se desmantelou na viagem? Ele pode agora servir de estante para o escritório ou uma mesa adaptada para a área de serviço.

Aquela toalha de banho, que se sujou de graxa no caminhão de mudanças, pode agora servir como pano de chão.

De nada adianta se estressar com pequenos detalhes. “Sempre existe crise na curva da mudança”. Parafraseando: Saiba que em toda mudança existe crise, arranhões e pequenas perdas.

SEMPRE:

  1. REPENSE.

Se você já se mudou alguma vez, saberá do que eu estou falando. Repense seu estilo de vida. Diminua os supérfluos. Não lote os armários com coisas que nunca usará. Somente na hora da mudança é que percebemos que guardamos tanta tralha. Tenha uma vida mais leve. Carregue menos bagagem. Seja esperto. Seja sábio.

  1. CONSTRUA A FELICIDADE.

Conheça gente nova. Conheça outras cidades. Outras culturas. Saboreie outros pratos típicos. Ria dos sotaques. Admire a arquitetura do novo lugar. Faça amigos. E claro, eu não poderia esquecer: Seja feliz.

Equipe Guia3Lagoas